keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Atenção: Golpistas estão enviando mensagens em nome do Hospital Ruth Cardoso de BC

Golpistas fingem serem médicos do local e estariam cobrando depósitos para atendimento das vítimas

Foto: Divulgação

Diversas pessoas relataram que receberam pedidos de depósito via WhatsApp em nome de uma pessoa que está se passando por um médico do Hospital Ruth Cardoso, em Balneário Camboriú. Por conta dessa situação, a direção da unidade emitiu um esclarecimento sobre o atendimento do hospital, que é 100% do SUS (Sistema Único de Saúde).

Os golpistas estariam cobrando dinheiro para realização de procedimentos no local e o hospital reforça para todos ficarem atentos quanto a essas mensagens. A direção destaca ainda que nem o Hospital Ruth Cardoso, nem seus profissionais, cobram por consulta, exame ou atendimento médico. A direção do Hospital traz a conhecimento público estes casos registrados para alertar a população sobre este tipo de golpe, já denunciado pelo Hospital em Boletim de Ocorrência.

Fonte: Visor Notícias

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Segurança

Criança autista de 3 anos morre após amamentação em Penha

Segundo informações, a mãe da criança amamentou a pequena e em seguida colocou ela para dormir no quarto

Segurança

Criminosos furtam a placenta de catarinense acreditando ser carne

A vítima contou que guardou o órgão há 3 anos, quando teve sua filha, esperando mostrar para ela no futuro

Segurança

Motociclista morre em acidente com carro em SC

Quando os socorristas chegaram, já não havia ninguém no local do acidente

Segurança

PM de Itapema faz operação em áreas de invasão

Operação foi no bairro Alto São Bento

Mais notícias

Segurança

Criança autista de 3 anos morre após amamentação em Penha

Segundo informações, a mãe da criança amamentou a pequena e em seguida colocou ela para dormir no quarto

Segurança

Criminosos furtam a placenta de catarinense acreditando ser carne

A vítima contou que guardou o órgão há 3 anos, quando teve sua filha, esperando mostrar para ela no futuro