keyboard_backspace

Página Inicial

Tempo

Atenção: Formação de ciclone no Sul do Brasil vai provocar chuva extrema nos próximos dias

Cenário de enorme instabilidade atmosférica previsto para SC e RS

Foto: Governo de SC/Divulgação

A previsão indica muita chuva em Santa Catarina e Rio Grande do Sul a partir de segunda-feira (2). Grandes acumulados são previstos para poucas horas. O alerta também foi emitido por outros órgãos, a respeito da chuva extrema, que poderá provocar alagamentos e até deslizamentos em áreas de maior risco. A precipitação aponta em alguns pontos marcas superiores a 100 mm.

Conforme dados da estação meteorológica do Instituto Nacional de Meteorologia, do Centro Nacional de Desastres e da Epagri-Ciram, os volumes até o final da manhã deste domingo já atingiam 105 mm em Vacaria, 79 mm em Serafina Correa, 69 mm em Lagoa Vermelha, 63 mm em Saudades e 62 mm em São Joaquim.

Para domingo (1), a chuva não é excessiva e os volumes maiores ocorrem no Oeste catarinense e em pontos da Metade Norte gaúcha com 30 mm a 40 mm nos locais em que mais chover. Na maioria dos municípios destas áreas, os índices devem ficar entre 10 mm e 20 mm.

Atenção: Chuva forte a partir de segunda-feira

O pior da chuva, entretanto, ocorre entre segunda-feira e quarta-feira no Sul do Brasil com previsão de acumulados de precipitação extremos. A instabilidade vai se intensificar com muita chuva e vento pela formação de um ciclone na região que gerará nuvens muito carregadas com aporte de umidade vinda da Amazônia.

A chuva nesta segunda-feira tende a ser mais volumosa na Metade Norte do Rio Grande do Sul, no Planalto Sul Catarinense e no Sul de Santa Catarina com 100 mm a 150 mm em alguns pontos, o que deve trazer transtornos. Mais ao Norte de Santa Catarina e na Metade Sul gaúcha não são esperados altos volumes.

 O cenário se deteriora muito entre o Nordeste do Rio Grande do Sul e o Sul de Santa Catarina entre terça e quarta-feira, dias que serão de muita chuva e que vão se somar a prováveis acumulados de até 100 mm a 250 mm.

Conforme o MetSul, entre os dois dias, vórtice ciclônico começa a se organizar em um ciclone, o que resultará em vento por vezes forte e chuva forte mais generalizada que será muito intensa e excessiva com altos acumulados que podem atingir de 100 mm a 250 mm em 24 horas em alguns pontos principalmente do Nordeste gaúcho e do Sul catarinense.

Na quinta, o episódio de instabilidade vai chegar ao fim com chance de chuva em pontos muito mais próximos da costa, bem menos volumosa, com a melhora do tempo na maior parte do Sul do Brasil com o ingresso de ar seco que vai proporcionar a presença do sol na esmagadora maioria dos municípios da região.

O que realmente preocupa é a sucessão de dias com chuva volumosa e os acumulados finais que vão ficar entre 200 mm e 300 mm em muitas cidades com registros pontuais tão extremos como 400 mm a 500 entre o Nordeste do Rio Grande do Sul e o Sul de Santa Catarina. Nas saídas deste domingo de madrugada e de manhã, todos os modelos numéricos regionais e globais insistem em indicar um cenário de chuva extrema.

As projeções sinalizam os mais altos volumes para a Metade Norte gaúcha e o estado de Santa Catarina. A chuva tende a ser mais expressiva principalmente no Planalto Médio, Alto Uruguai, Serra, Litoral Norte e Aparados da Serra, no Rio Grande do Sul; e no Sul e no Leste do estado em Santa Catarina. Outras regiões dos dois estados e até pontos do Paraná, contudo, também podem ter acumulados pontualmente elevados de precipitação no período.

Fonte: Visor Notícias

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Tempo

Meteorologistas alertam que pior do vento de Yakecan ainda está pra chegar em SC e RS

Até o momento, a ventania já deixou um morto no Uruguai e um desaparecido no Rio Grande do Sul

Tempo

Muito frio! Serra do Rio do Rastro registra sensação térmica de -10ºC

No momento do registro, o Mirante da Serra do Rio do Rastro pôde ser considerado o lugar mais frio do Brasil

Tempo

Primeira neve do ano é registrada na Serra Catarinense

Além da neve, a Serra Catarinense também registrou chuva congelada entre a noite desta segunda-feira (16) e a madrugada de terça-feira (17)

Tempo

Defesa Civil de SC alerta possível formação de tempestade subtropical Yakecan

Em Santa Catarina, ventos podem ultrapassar os 100 km/h nos pontos mais altos

Tempo

Ciclone violento e de rara intensidade com força de furação atingirá RS e SC

A previsão indica rajadas de ventos extremamente fortes que poderão ter força de furação em alguns pontos

Mais notícias

Geral

Explosão faz chuva de pedras atingir carros na BR-101 – veja o vídeo

Pelo menos duas pessoas ficaram feridas e diversos carros foram atingidos por uma chuva de pedras sobre a BR-101.

Geral

Estado já registrou ventos de 75km/h: Defesa Civil monitora tempestade Yakecan

De acordo com a Defesa Civil, até a noite de quarta-feira, 18, o sistema pode se intensificar e ganhar características de Tempestade Tropical, trazendo ventos sustentados, que são contínuos, de 75 km/h.