keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Após matar a ex-esposa com 10 facadas em SC, homem diz que agiu em legítima defesa

Legítima defesa. Foi essa a resposta do homem à Polícia Civil, acusado de matar a ex-esposa na segunda-feira (9), em um frigorífico na Linha Água Bonita, no interior de Seara, no Oeste de Santa Catarina. […]

X

Legítima defesa. Foi essa a resposta do homem à Polícia Civil, acusado de matar a ex-esposa na segunda-feira (9), em um frigorífico na Linha Água Bonita, no interior de Seara, no Oeste de Santa Catarina. A vítima, Carla Daiana Demarco, de 32 anos, foi morta a facadas pelo homem. 

O ex-marido, de 33 anos, foi preso pela Polícia Militar na tarde de terça-feira (10) na localidade de São Rafael, no interior. Ele não resistiu à prisão e foi levado para a Delegacia de Polícia Civil de Seara, depois ao Presídio de Concórdia segue à disposição da Justiça.

Em depoimento ao delegado da Polícia Civil, Roberto Carpeggiani Moreira, o homem afirmou que esfaqueou por diversas vezes a ex-esposa para se defender. Ele estava acompanhado do advogado de defesa no interrogatório. Eles mantiveram um relacionamento por mais de um ano, mas estavam separados há quase uma semana. Os dois trabalhavam no mesmo setor de produção em um frigorífico, a cerca de 5 km do Centro de Seara.

A mulher estava em uma sala de afiação de facas quando foi atacada por mais de 10 vezes no tórax, costas, pescoço e barriga com uma faca branca de 25 centímetros, sendo 15 de lâmina. Carla foi socorrida por colegas e socorristas do Corpo de Bombeiros Militar, mas morreu no Hospital São Roque, por volta das 05h45.

 O homem disse ao delegado que  não aceitava o término do relacionamento e foi conversar com a ex-esposa para reatar. Também afirmou que naquele momento Carla o atacou com uma faca, o que motivou a reação brutal. Segundo a polícia, ele apresenta um ferimento leve no tórax e, inclusive, passou por avaliação médica na data do crime, mas foi liberado. 

Investigação continua

Familiares dos envolvidos já foram ouvidos pela Polícia Civil, mas outras pessoas ainda devem prestar depoimento sobre o caso. “A princípio era um relacionamento tranquilo, sem violência, mas com discussões normais”, falou o Carpeggiani. O delegado tem 10 dias para concluir o inquérito policial, mas ainda aguarda resultados de exames periciais.

Não há registros de boletins de ocorrência por violência doméstica por parte do casal. O homem tem passagens por porte de arma branca e lesão corporal. O ex-marido fugiu da empresa onde ocorreu o crime em uma motocicleta dele. A polícia apreendeu as roupas dele sujas de sangue, a faca usada no crime a moto. 

Fonte: ND+

Segurança

Guarda-vidas trabalharão o ano inteiro em Navegantes

No período entre abril e novembro, as praias da cidade contarão com 8 Guarda-Vidas distribuídos em 4 postos.

Segurança

Idosa que vive em situação precária é resgatada; filho acaba preso por maus tratos em Itajaí

Idosa disse que só come quando ganha alimentos dos vizinhos ou amigos

Segurança

Filho de vereador catarinense é preso por espancar homem até a morte

As investigações indicam um desentendimento entre o criminoso e a vítima

Segurança

Vídeo: Carro bate em barco em rua movimentada de Chapecó

Com a colisão, o barco capota e é arrastado pela caminhonete.

Segurança

Homem fica soterrado em obra após terra desabar durante escavação

Vítima apresentava escoriações nos membros inferiores e suspeita de fratura na clavícula

Mais notícias

Coronavírus

Deputada Paulinha defende a imunização em massa da população

Ela participou da reunião da Fecam que reuniu mais de 70 gestores de municípios de Santa Catarina

Política

Conselho de Ética notifica deputados Daniel Silveira e Flordelis

Parlamentares têm dez dias úteis para apresentar defesa