keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Após matar a ex-esposa com 10 facadas em SC, homem diz que agiu em legítima defesa

Legítima defesa. Foi essa a resposta do homem à Polícia Civil, acusado de matar a ex-esposa na segunda-feira (9), em um frigorífico na Linha Água Bonita, no interior de Seara, no Oeste de Santa Catarina. […]

X

Legítima defesa. Foi essa a resposta do homem à Polícia Civil, acusado de matar a ex-esposa na segunda-feira (9), em um frigorífico na Linha Água Bonita, no interior de Seara, no Oeste de Santa Catarina. A vítima, Carla Daiana Demarco, de 32 anos, foi morta a facadas pelo homem. 

O ex-marido, de 33 anos, foi preso pela Polícia Militar na tarde de terça-feira (10) na localidade de São Rafael, no interior. Ele não resistiu à prisão e foi levado para a Delegacia de Polícia Civil de Seara, depois ao Presídio de Concórdia segue à disposição da Justiça.

Em depoimento ao delegado da Polícia Civil, Roberto Carpeggiani Moreira, o homem afirmou que esfaqueou por diversas vezes a ex-esposa para se defender. Ele estava acompanhado do advogado de defesa no interrogatório. Eles mantiveram um relacionamento por mais de um ano, mas estavam separados há quase uma semana. Os dois trabalhavam no mesmo setor de produção em um frigorífico, a cerca de 5 km do Centro de Seara.

A mulher estava em uma sala de afiação de facas quando foi atacada por mais de 10 vezes no tórax, costas, pescoço e barriga com uma faca branca de 25 centímetros, sendo 15 de lâmina. Carla foi socorrida por colegas e socorristas do Corpo de Bombeiros Militar, mas morreu no Hospital São Roque, por volta das 05h45.

 O homem disse ao delegado que  não aceitava o término do relacionamento e foi conversar com a ex-esposa para reatar. Também afirmou que naquele momento Carla o atacou com uma faca, o que motivou a reação brutal. Segundo a polícia, ele apresenta um ferimento leve no tórax e, inclusive, passou por avaliação médica na data do crime, mas foi liberado. 

Investigação continua

Familiares dos envolvidos já foram ouvidos pela Polícia Civil, mas outras pessoas ainda devem prestar depoimento sobre o caso. “A princípio era um relacionamento tranquilo, sem violência, mas com discussões normais”, falou o Carpeggiani. O delegado tem 10 dias para concluir o inquérito policial, mas ainda aguarda resultados de exames periciais.

Não há registros de boletins de ocorrência por violência doméstica por parte do casal. O homem tem passagens por porte de arma branca e lesão corporal. O ex-marido fugiu da empresa onde ocorreu o crime em uma motocicleta dele. A polícia apreendeu as roupas dele sujas de sangue, a faca usada no crime a moto. 

Fonte: ND+

Segurança

Jovem que estava desaparecido é encontrado morto em Santa Catarina

O jovem foi localizado na quinta-feira com ausência total dos sinais vitais

Segurança

PRF resgata 43 trabalhadores em situação análoga à escravidão em Santa Catarina

Policiais rodoviários federais do Núcleo de Operações Especiais (NOE) atuaram em uma fiscalização realizada por auditores-fiscais do trabalho do Grupo Especial de Fiscalização Móvel (GEFM), ligado ao Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), que resultou […]

Segurança

PRF apreende 800 maços de cigarros contrabandeados na BR-101 em Itajaí

O motorista, paranaense de 38 anos, disse que buscou os cigarros em Foz do Iguaçu/PR e os revenderia na região sul de SC

Segurança

Homem que invadiu casa e estuprou menor de idade é preso

A prisão foi realizada pela Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI) e pela Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Xanxerê

Segurança

Polícia prende suspeito de três tentativa de homicídios em Balneário Camboriú

A ação foi realizada pela Divisão de Investigação Criminal (DIC). O crime ocorreu no dia 21/11/2020, na praia Brava

Mais notícias