keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Alerta: vídeo estimula crianças a “adorar satanás”

Circula nas redes sociais vídeos de um homem utilizando filtro que simula a personagem Elsa, do desenho animado Frozen, do Walt Disney, e  com mensagem para crianças “adorarem satanás”.  O caso veio à tona depois que famílias […]

Circula nas redes sociais vídeos de um homem utilizando filtro que simula a personagem Elsa, do desenho animado Frozen, do Walt Disney, e  com mensagem para crianças “adorarem satanás”.  O caso veio à tona depois que famílias de Brasília procuraram a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF). O vídeo se espalhou rapidamente pelo país pq eu tem preocupado muitos pais. (Veja o vídeo no Facebook do Visor)

A gravação, feita por meio do aplicativo TikTok e compartilhada no Instagram por um youtuber de São Paulo, beira a prática de crime, segundo investigadores da Delegacia de Repressão a Crimes Cibernéticos (DRCC). Com linguagem infantil e voz anasalada, o autor do vídeo leva poucos segundos para passar a mensagem. “Oi, crianças! Sou eu, a Elsa. Hoje vou ensinar a vocês a fazerem uma arte muito bonita na casa de vocês. Vamos aprender?”, diz o homem.

Na mesma gravação, a “Elsa desvirtuada” continua. “Para isso, vamos precisar de canetinha e molho de tomate. Com a canetinha, vocês vão desenhar várias estrelas como essas (pentagramas que simbolizam a marca da besta) nas paredes da casa de vocês. Vocês puderam perceber que a pontinha tá virada pra baixo? E, com o molho de tomate, vocês vão contornar o desenho. Se alguém perguntar por que vocês fizeram isso, vão responder: ‘pela glória de Satã, é claro!’”, diz.

Conteúdo negativo

Segundo o delegado-chefe da DRCC, Giancarlos Zuliane, a corporação teve conhecimento sobre o compartilhamento dos vídeos nas redes sociais durante troca de informações com a Polícia Civil paulista. “Existem apurações que estão em andamento, apesar de nós termos acompanhado a disseminação desse conteúdo”, explicou o delegado.

O chefe da DRCC destacou que o autor dos vídeos é um youtuber que postou os vídeos em seu perfil no Instagram. “Os vídeos são diferentes do Pateta, que estimulava o suicídio e a automutilação. Isso não ocorre com a Elsa. No entanto, o vídeo beira a prática de delitos, principalmente no que diz respeito à apologia de crimes. Com certeza, é um péssimo conteúdo, que nenhuma rede social gostaria de hospedar”, afirmou Zuliane.

Já o delegado Dário Taciano de Freitas Júnior, afirmou que o crime mais próximo no qual os vídeos se encaixam seria no artigo 286 (apologia ao crime). “Mesmo assim é um conteúdo dúbio especialmente para crianças”, disse.

Conforme divulgado pelo Metrópoles, apurou que o autor dos vídeos registrou ocorrências policiais em São Paulo, após sofrer ameaças de morte, em razão da disseminação das imagens. A reportagem procurou o TikTok para saber se a conta dele será removida. A matéria será atualizada tão logo a empresa se manifeste.

Fonte: Metrópoles

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Segurança

Idosa confunde pedais e mata a filha atropelada na garagem de casa

Os bombeiros tentaram realizar o procedimento de reanimação, mas não obtiveram sucesso

Segurança

Bebê de cinco meses morre engasgado com leite materno em SC

Ele chegou a ser encaminhado ao hospital, onde a morte foi constatada

Segurança

Acidente com Audi A3 acaba com uma pessoa morta na BR-470

O passageiro do carro foi atendido com traumatismo craniano e hemorragia ativa. Já o condutor do carro foi encontrado já sem sinais vitais

Segurança

Homem que matou mulher e filho envenenados em Itapema é condenado a 53 anos de prisão

O julgamento ocorreu no Tribunal do Júri da Comarca de Itapema

Segurança

Homem é preso por extorsão pela internet em SC

A investigação foi realizada por meses. A vítima transferiu valores ao homem pelo sistema bancário

Mais notícias

Segurança

Idosa confunde pedais e mata a filha atropelada na garagem de casa

Os bombeiros tentaram realizar o procedimento de reanimação, mas não obtiveram sucesso

Segurança

Bebê de cinco meses morre engasgado com leite materno em SC

Ele chegou a ser encaminhado ao hospital, onde a morte foi constatada