keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Alemão fantasiava crianças brasileiras e vendia cenas de pedofilia na Deep Web

Klaus Berno Fischer, o alemão de 73 anos preso na semana passada na cidade do Rio de Janeiro, oferecia comida e dinheiro para crianças de 10 a 14 anos para que se fantasiassem e gravassem cenas pornográficas que eram distribuidas por ele na Deep Web (o local obscuro da internet, onde não há possibilidade de rastreamento de IP).

Segundo reportagem do jornal Extra, Fischer obrigou duas meninas a se fantasiarem como indígenas e as gravou fazendo sexo em uma área de mata. O alemão é dono de uma agência de turismo que, segundo a investigação, era usada para promover turismo sexual.

Fischer vivia no Brasil desde os anos de 1980 e ganhava dinheiro vendendo os vídeos pornográficos das crianças na rede. “Ele vivia disso, esse era o ganha-pão dele. Já sabemos que algumas vítimas dele já foram aliciadas há cinco anos. Ele começou a usar essa casa, em Santíssimo, há seis anos. Mas temos provas de que antes ele já fazia filmagens em outros lugares”, disse o delegado Luís Mauricio Armond.

Fischer foi autuado por estupro de vulnerável e pelos artigos do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) que tipificam o crime de produção e venda de material pornográfico envolvendo crianças ou adolescentes.

Geral

Embarcação de luxo naufraga em Itapema

Embarcação seguia para o Caixa D'aço em Porto Belo

Geral

PRF apreende quase R$ 1 milhão em vinhos importados

A contagem somou 2.943 litros do produto, avaliados no mercado em cerca de R$ 842 mil reais

Geral

Campanha das eleições municipais começa neste domingo

Saiba o que pode e o que não pode durante esse período

Geral

Leilão do Instituto Guga Kuerten segue até o final de setembro

IGK está leiloando camisetas oficiais de times de futebol

Geral

Hospital Marieta se prepara para iniciar tratamentos com radioterapia aos pacientes do SUS

Medida beneficiará os pacientes oncológicos dos 11 municípios que compõem a Amfri

Mais notícias