keyboard_backspace

Página Inicial

Cidades

Águas de Bombinhas realiza audiência pública sobre a ampliação da barragem da ETA Zimbros

A audiência pública esclareceu pontos como capacidade da barragem, detalhes da obra e a importância do sistema de abastecimento para os moradores da localidade

A concessionária Águas de Bombinhas vem projetando e investindo em soluções para resolver definitivamente os problemas de abastecimento da cidade. Durante a audiência pública desta sexta-feira (17), a empresa apresentou o projeto de ampliação da barragem da Estação de Tratamento de Zimbros (ETA Zimbros)  – obra fundamental para garantir a distribuição de água em bairros como Morrinhos, Canto Grande, Mariscal, Sertãozinho e Zimbros.

A audiência, que foi uma recomendação do Ministério Público para esclarecer à comunidade os projetos para a região, contou com a presença de autoridades municipais, o procurador Darlan Dias, presidente da Famab (Fundação de Amparo ao Meio Ambiente de Bombinhas) Flavio Martins, vice-prefeito Paulo Henrique Dalago Muller e a prefeita Ana Paula da Silva. Ela iniciou a audiência relembrando o problema histórico que Bombinhas tem com o abastecimento e afirmou que “a cidade está a um passo de acabar com o problema hídrico de uma vez por todas”.

Sobre a obra, o presidente da empresa Ricardo Miranda explicou que a ETA tem capacidade de tratar e distribuir até 40 litros de água por segundo. Em números, isso significa 3,5 milhões de litros de água por dia – o equivalente ao abastecimento de seis mil pessoas. Porém, devido à capacidade da barragem, que atualmente consegue comportar menos de mil metros cúbicos de água, esse número dificilmente é alcançado.

“Por isso é importante o aumento da capacidade da barragem, a população e a demanda aumentaram, mas a produção não acompanhou. Com a obra, conseguiremos armazenar até oito mil de metros cúbicos de água bruta, garantindo mais disponibilidade para o tratamento e distribuição, e o melhor aproveitamento da Estação de Tratamento”, explica.

Ricardo ainda lembrou sobre a importância dos moradores receberem água tratada nas moradias, até mesmo em relação à doenças. No último ano, a concessionária lacrou poços de captação que não tinham qualidade suficiente de água, mas serviam como solução alternativa para períodos de alta temporada ou escassez, por exemplo. A comprovação veio em números: como consequência, o número de doenças diarreicas registradas pelo município caiu drasticamente. Cerca de 3 mil casos foram registrados em 2016. Já em 2017, após a medida adotada pela empresa, os casos diminuíram drasticamente para apenas um terço de casos registrados.

Mais segurança para Bombinhas

Atualmente a distribuição de água em Bombinhas ocorre de duas fontes: a primeira é a ETA Zimbros e a segunda proveniente de Porto Belo – que em breve será substituída pelo novo sistema próprio de captação, no rio Tijucas. Ainda durante a noite alguns moradores questionaram sobre a necessidade de existir dois pontos de captação para a cidade. A diretora executiva, Thais Forest Gallina, explicou que os estudos estão sendo projetados com foco no presente e no futuro da cidade e na demanda que ainda está por vir.

“Os dois sistemas são necessários por uma série de motivos. Primeiro porque a água que virá de Tijucas não atende a população de todos os bairros, já que na configuração atual do sistema a distribuição é dividida entre os setores norte e sul. Segundo, por questões de segurança, não podemos ficar dependentes somente de um sistema sendo que temos condições para ter dois. Por fim, porque hoje a captação de Zimbros ainda é a única fonte de água dentro do município de Bombinhas e é um direito da população local ter acesso aos recursos hídricos que ajuda a preservar”, explicou. Ainda conforme a diretora, outra razão para manter os dois sistemas são os picos da alta temporada – quando é necessária mais capacidade de tratamento e distribuição.

Ainda sobre a obra, o presidente da Famab, Flavio Martins, explicou detalhes sobre o estudo realizado na Costeira de Zimbros e as medidas compensatórias realizadas para poder concluir a obra. “Foi concluído que a obra é de baixo impacto para o município e algumas medidas foram estabelecidas como por exemplo a doação de 400 mudas de palmito e o plantio de mais 400 no entorno da barragem. Também foi prevista a revitalização do caminho histórico que passa pelo local com acessibilidade somente para ciclistas e pedestres”, comentou.

O projeto está pronto e devidamente licenciado, porém, a obra está temporariamente paralisada por recomendação do Ministério Público – que recebeu algumas dúvidas de ONGs sobre o projeto. Apesar da realização da audiência pública, nenhuma das ONGs estava presente durante o encontro. O prazo de conclusão da obra é de até 60 dias, assim que for retomada.

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Cidades

São José promove Semana da Enfermagem na próxima segunda-feira

Dia Mundial do Enfermeiro e da Enfermagem é celebrado nesta quinta (12) e município tem a prática de investir na capacitação aos profissionais da área

Cidades

Concurso vai eleger melhores projetos ambientais da rede municipal de ensino de São José

Secretaria de Educação de São José lançou o Concurso Dia do Desafio do Meio Ambiente para motivar a comunidade escolar

Cidades

São José recebe R$ 350 mil para custeio da saúde

Os valores decorrem de emenda ao Orçamento da União da Deputada Federal Geovania de Sá

Cidades

Obras na rede de água de Porto Belo interromperá abastecimento nesta quarta-feira (11)

O abastecimento do bairro Centro será comprometido devido a esta manutenção

Cidades

Ecoponto de Itajaí recebeu mais de 250 m³ de recicláveis em 2022

Estrutura também registrou aumento nos descartes no mês de abril, com um montante de 71,64 m³ de resíduos recebidos

Mais notícias

Segurança

Surfista cai de prancha e precisa ser resgatado por helicóptero em SC

Durante o surfe, ele apresentou queda da prancha seguido de ferimento com sangramento em região de quadril

Empregos

SINE de Itapema tem 66 vagas de emprego para esta semana

As vagas também são atualizadas diariamente no facebook oficial do Sine Itapema (facebook.com/sineitapema)