keyboard_backspace

Página Inicial

Brasil

Acusado de corrupção, Temer é liberado para sair do Brasil após nomeação de Bolsonaro

A Justiça Federal autorizou a saída do país do ex-presidente da República Michel Temer. Ele foi nomeado pela Presidência da República para integrar uma missão humanitária ao Líbano, onde uma explosão, ocorrida na semana passada, deixou dezenas de mortos e feridos. O período da viagem será de 12 a 15 deste mês.

A informação foi confirmada por Eduardo Carnelós, advogado do ex-presidente. Filho de libaneses, Temer é réu em dois processos relacionados à Operação Descontaminação, por isso precisa de autorização judicial cada vez que tiver que sair do país.

A autorização foi concedida pelo juizo da 7ª Vara Federal do Rio de Janeiro.

 

Brasil, Geral

Medidas provisórias liberam R$ 2,5 bilhões para vacinas contra coronavírus

Os R$ 2,5 bilhões serão liberados para o Fundo Nacional de Saúde na forma de créditos extraordinários

Brasil

Silvio Santos é investigado por fazer piada sobre sexo com criança

Ministério Público Federal abriu inquérito contra dono do SBT

Brasil

Adolescente morre após levar choque de celular ligado à tomada

O IML tem até 10 dias para concluir o laudo pericial

Brasil

Federação de Bancos alerta para aumento de fraudes durante a pandemia

Houve alta de 60% em tentativas de golpes financeiros contra idosos

Mais notícias