keyboard_backspace

Página Inicial

Geral

Acumulador compulsivo mobiliza em SC: 16 caminhões de entulho são retirados de casa

Idoso dormia em um banquinho ao redor do entulho dentro da casa

Foto: Defesa Civil

Uma casa em Criciúma, no Sul do Estado, de 80 metros, onde morava um idoso de 73 anos, que sofre de acumulação compulsiva, foi alvo de uma ação da Defesa Civil durante a tarde de quarta-feira (26). O local tinha tanto entulho, que o homem dormia sentado em um banquinho em um espaço de um metro quadrado. Ao todo, foram mobilizados 16 caminhões que retiraram da casa os objetos. 

O morador foi encaminhado ao Centro de Atenção Psicossocial da cidade. O diretor da Defesa Civil de Criciúma, Alfredo Gomes, explica que o processo estava em andamento desde novembro de 2021, passando por todas etapas até a interdição que aconteceu nesta quarta-feira.

Fonte: Visor Notícias

Experimente um jeito prático de se informar: tenha o aplicativo do Visor Notícias no seu celular. Com ele, você vai ter acesso rápido a todos os nossos conteúdos sempre que quiser. É simples, intuitivo e gratuito!

Geral

“É a cara do Véio”: Finalistas disputam para saber quem é mais parecido com Luciano Hang

Todos publicam vídeos na internet imitando gestos de Hang, além de se mostrarem grandes fãs do empresário

Geral

Arteris inicia obras noturnas para reconstrução de pavimento na BR-101

Motoristas devem redobrar atenção, pois trânsito no local irá operar em meia pista no período das 19h às 07h

Geral

Mamãe Falei e Marcelo Brigadeiro se enfrentam em Florianópolis

A luta deve ocorrer no final do evento, que ainda contará com painéis sobre política

Geral

Superfície de Marte é totalmente fotografada por sonda chinesa

Tianwen-1 passou um ano na superfície do planeta e completou tarefas

Mais notícias

Segurança

Vizinhos escutam gritos de socorro e descobrem que homem foi morto com 29 facadas

A vítima levou 29 facadas no corpo, a maioria na região do abdômen

Segurança

Policial mata a irmã a tiros e é presa pelo marido, que também é PM

Rhaillayne Oliveira de Mello, 23 anos, foi presa pelo próprio marido, que também é PM