keyboard_backspace

Página Inicial

Segurança

Acidente entre carreta e três carros mata uma pessoa e bloqueia a BR-470

A carreta ficou atravessada na pista na altura de Ilhota

X

Um acidente na manhã desta sexta-feira (16) no quilômetro 18 da BR-470, em Ilhota, deixou uma pessoa morta e bloqueou a rodovia federal.

O acidente envolveu uma carreta e três carros. A vítima estava em um Chevrolet Celta e sem os sinais vitais quando as equipes de socorro chegaram ao local. 

Ainda não há informações do números de feridos. Atenderam a ocorrência os bombeiros voluntários de Navegantes, Samu de Navegantes e Polícia Militar de Navegantes.

A carreta ficou atravessada na pista, que está totalmente interditada e sem previsão de liberação, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Fonte: Visor Notícias

Segurança

Caminhão que transportava casa de madeira se envolve em acidente no RS

Condutor do caminhão não tinha autorização nem sinalização adequada para realizar o transporte

Segurança

“Não corre senão eu te mato”; vídeo flagra ação de assaltante em mercado de Joinville

O prejuízo para o dono do estabelecimento foi de R$ 400 reais só em dinheiro, além das bebidas levadas

Segurança

O que se sabe sobre o caso do corpo encontrado sem cabeça em SC

Vítima ainda não foi identificada oficialmente e a confirmação só será possível após exame de DNA

Segurança

Vice-governador do Mato Grosso é indiciado após espancar esposa em Itapema

Vice-governador já foi indiciado por ter agredido a esposa durante as férias

Segurança

PF faz operação contra empresas de BC e Itajaí que sonegaram mais de R$ 15 milhões

Imóveis e carros de luxos foram apreendidos pela Polícia Federal nesta quarta-feira

Mais notícias

Geral

Cesta básica tem segunda queda de preços do ano em Itajaí

A pesquisa anotou os valores de 40 itens em 16 estabelecimentos da cidade na primeira semana do mês de agosto.

Coronavírus

Covid-19: sintomas de longa duração são raros nas crianças, diz estudo

Dos 1.734 positivos relatados na aplicação móvel, apenas 77 (4,4%) ainda tinham pelo menos dois dos três sintomas mais comuns (fadiga, dor de cabeça e perda de cheiro/paladar) após quatro semanas.